PCD1

Você e seus funcionários estão preparados para receber um portador de deficiência?

Saiba que para que a contratação seja um sucesso você precisa estar preparado para recebê-lo.

Capacitar e fornecer informações básicas sobre a classificação dos variados tipos de deficiências, e como lidar com cada uma é importante para que a socialização dos seus funcionários com o deficiente seja fácil e tranquila.

Criar ações de sensibilização e treinamento para agilizar o processo de inclusão dos deficientes fará com que o seu negócio não sofra nenhuma interrupção no seu crescimento. O processo de adaptação da empresa com os novos deficientes será sem grandes tumultos. Sua empresa precisará fazer adaptações estruturais se por acaso for receber um cadeirante, pois a cadeira necessita de rampas de acesso, altura da mesa de trabalho. Tudo isso é lembrado quando fazemos o mapeamento do tipo de deficiente que a empresa irá receber. É feito todo um questionário como e de que maneira poderemos incluir um deficiente no seu negócio.

Em geral as empresas organizam este processo de sensibilização com os gestores, levando em conta sua cultura e ambiente interno, utilizando as seguintes estratégias: Palestras: com depoimentos de pessoas com deficiência sobre sua história de superação e relato de situações cotidianas levando o grupo a refletir sobre as barreiras sociais que se estabelecem em relação à pessoa com deficiência. Nessa abordagem, verifica-se a construção de uma percepção mais abrangente sobre o mundo dessas pessoas e a forma como a sociedade tem lidado com esta questão.

Ela mobiliza muito mais uma reação comportamental e emocional, trazendo poucos instrumentos para o gestor em relação ao monitoramento cotidiano do trabalho do funcionário com deficiência. Portanto, deverá ser utilizada como complemento de outras atividades de alinhamento do projeto corporativo de inclusão. Processo formativo de coaching individual e em grupo de gestores para a troca de experiências e busca de soluções compatíveis com o negócio da empresa, com foco no resultado das suas equipes e no desenvolvimento do potencial de aprendizagem dos profissionais com deficiência. As boas práticas são compartilhadas e poderão ser adotadas por todos. Criamos assim uma lista de boas práticas que agregarão valor ao seu negócio.

Lavanderia21-(1)

A área de RH, que será a primeira a ser preparada na empresa, poderá ser uma importante aliada dos gestores no monitoramento da performance dos profissionais com deficiência, além de planejar ações que contribuam para o pleno desenvolvimento deste profissional. Desses processos desdobram-se a avaliação de desempenho definindo suas habilidades e competências, além dos desafios que poderão contribuir para alcançar os resultados e a produtividade esperada. As boas práticas extraídas deste processo deverão ser largamente divulgadas na empresa servindo de endomarketing para o processo de inclusão.

Com este trabalho de sensibilização antes da chegada do novo funcionário deficiente (PCD), com certeza seu negócio só terá a ganhar pois será visto como uma empresa de inclusão social e poderá se tornar um diferencial no mercado.

A MK Plus está preparada para tornar a sua empresa pronta para receber qualquer tipo de deficiente, desde o seu RH até os funcionários que trabalharão diretamente com o PCD.

Clique aqui para que possamos entrar em contato com você e falarmos sobre este trabalho.

 

Como receber em sua empresa um PCD
Classificado como: